Tecnologia

Tecnologia em imóveis alia comodidade à sustentabilidade e segurança, em Goiânia

Sistemas automatizados podem gerar economia de energia, ajudar pessoas com mobilidade reduzida e até evitar acidentes domésticos.

 O uso de tecnologia e automação nos imóveis alia comodidade, sustentabilidade e segurança. Em Goiânia, empreendimentos estão investindo em sistemas que controlam o funcionamento de cortinas, luzes, equipamentos eletrônicos, temperatura ambiente, consumo de energia e até vazamentos de água. Além disso, a entrada é liberada apenas com digitais o monitoradas por sensores de presença.

Alguns empreendimentos da capital querem mostrar que essa realidade não é mais cenário de filme futurista ou apenas empregada para o luxo. Os sistemas de automação buscam gerar economia de energia, facilitar a vida de pessoas, como, por exemplo, as com mobilidade reduzida, e até mesmo evitar acidentes domésticos.

O professor de informática Murilo Borges Silva, de 47 anos, comprou um apartamento que oferece opções de automação que vão facilitar sua vida e aumentar a eficiência no dia a dia.

“No imóvel, eu não preciso mais de chave, é tudo pela digital ou senha. E como eu vivo esquecendo as coisas, às vezes alguém sai levando a chave e você fica do lado de fora, isso resolve os problemas”, disse.

Aplicativo controla iluminação, energia e dispositivos eletrônicos de imóvel
Aplicativo controla iluminação, energia e dispositivos eletrônicos de imóvel

Os itens tecnológicos, desde os já utilizados em larga escala, como energia solar e câmeras de monitoramento, até os mais modernos, como sistema de som via wifi e cortinas que abrem e fecham automaticamente, conquistaram a atenção do professor, que tem mestrado na área de sistema inteligentes, que trata da inteligência artificial dos equipamentos.

“O que vemos em filmes já está cada vez mais próximo. Não é difícil fazer esse processo, daqui a pouco a automação vai estar em todos os lugares. Hoje podemos fazer tudo por aplicativos, mas já estão sendo testados comandos de voz. E com essa geração que já nasce conectada, esse mercado vai crescer ainda mais”, disse Murilo.

Para o professor de informática, aos poucos, o senso comum de que casas tecnológicas são apenas para imóveis de luxo está se desfazendo. “Ainda existe essa crença, mas existem equipamentos baratos, acessíveis, para fazer pequenas automações, como luzes, cortinas”, pontuou.

Eficiência no dia a dia

O diretor comercial da empresa de automação DB Visio, Gileno Oliveira, reforça que a tecnologia vai estar cada vez mais presente nas casas. Ele pontua que empreendimentos que estão sendo construídos e não levam em consideração esses sistemas vão começar a ficar ultrapassados.

Ele explica que os custos para a implantação de circuitos automatizados variam de acordo com o tamanho da casa e da quantidade de serviços que serão executados. “Tudo começa com a montagem de uma central, que vai receber os comandos e gerenciar as ordens dadas. E isso pode ser feito a partir de R$ 4 mil. Se você me perguntar se é possível fazer uma automação com R$ 10 mil, eu te digo que sim”, disse Oliveira.

Gileno Oliveira mostra que é possível controlar ambientes a distância
Gileno Oliveira mostra que é possível controlar ambientes a distância

Porém, também é preciso levar em consideração as economias que esse processo pode gerar a longo prazo, além das facilidades.

“Com um simples aplicativo ou um chaveiro, por exemplo, a pessoa vai ter controle sobre tudo na casa, como luzes, sistema de áudio e vídeo, temperatura, cortinas. E também vai poder ver qual o consumo de energia em cada ambiente, o que pode contribuir para um maior planejamento e também economia”, explicou.

Os sistemas tecnológicos nos imóveis também podem aumentar a eficiência e evitar acidentes domésticos. Eles podem ser configurados para reconhecer chuva e, então, fechar as janelas e desligar a irrigação de jardins, economizando água. Além disso, caso se esqueça um ferro ligado, o morador pode receber um alerta e, à distância, desligar a energia daquele ambiente.

“O plus da automação é o luxo. Antes de tudo ela é conforto, sustentabilidade, facilidade e segurança”, completou Oliveira.
Tags

Artigos Relacionados

Close